Tiny Book

01/09/2012

Resenha: Crepúsculo por Stephenie Meyer

CrepúsculoCrepúsculo da autora Stephanie Meyer
Editora: Intrínseca
Ano de lançamento: 2008
Páginas: 416
Sinopse do Livro: Crepúsculo poderia ser como qualquer outra história não fosse um elemento irresistível: o objeto da paixão da protagonista é um vampiro. Assim, soma-se à paixão um perigo sobrenatural temperado com muito suspense, e o resultado é uma leitura de tirar o fôlego - um romance repleto das angústias e incertezas da juventude - o arrebatamento, a atração, a ansiedade que antecede cada palavra, cada gesto, e todos os medos. Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen.

Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward é, sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr.

Nesse universo fantasioso, os personagens construídos por Stephenie Meyer - humanos ou não - se mostram de tal forma familiares em seus dilemas e seu comportamento que o sobrenatural parece real. Meyer torna perfeitamente plausível - e irresistível - a paixão de uma garota de 17 anos por um vampiro encantador.

Minha Critica: É muito mais fácil falar da “Saga Crepúsculo” e não apenas do livro, porque é incrível como a série vai piorando a cada livro que passa.

Devo admitir que, num primeiro momento, gostei do livro. Mas depois quando parei pra pensar vi que o livro é muito ruim. Acho que com exceção de Bruna Surfistinha, Crepúsculo é o pior livro que já li na minha vida. Mas pelo menos, há o bom senso de não considerar a Surfistinha como literatura, enquanto Crepúsculo as pessoas insistem em dizer que é ‘um fenômeno da literatura juvenil’.

Não há nada melhor do que a entrevista de Stephen King que fala exatamente o que eu acho da Meyer: “Ambas Rowling e Meyer, estão falando diretamente a pessoas jovens… A real diferença é que Jo Rowling é uma fantástica escritora e Stephenie Meyer não consegue escrever nada que preste. Ela não é muito boa.”

Meyer não sabe escrever, não sabe criar um mistério decente, o livro não dá margem para raciocínio e a maneira como a luta é narrada é muito no estilo “precisava de um pouco de emoção e resolvi colocar uma briguinha nas dez páginas finais do livro”. Sem contar a maneira esdrúxula de “brincar com as palavras”. A autora adora expressões como “mortificadamente assustada” e coisas do gênero, sendo algo completamente desnecessário. George Orwell dizia “nunca use uma palavra longa onde uma curta tem o mesmo efeito”. Mas afinal, quem é George Orwell perto da “gênia” Stephanie Meyer? :)

Além de tudo isso, o livro – ou melhor, a saga inteira – é a história mais machista que eu já li na minha vida. Bella simplesmente vive para Edward e para fazer as tarefas domesticas de seu pai. Ela desiste de sua vida, de sua família, de seus amigos e de sua humanidade por um cara. Bella passa a viver somente para seu namorado.

Sem contar, o relacionamento completamente doentio entre os protagonistas. Aquilo não é amor, é doença. 

Antes mesmo de começar a namorar Bella, Edward simplesmente invade seu quarto durante a noite para vê-la dormir. Que coisa insana!

Edward não é o homem perfeito, muito pelo contrario, ele é aquele tipo de cara que em três dias você tem vontade de fugir pra longe: controlador, ciumento, possessivo. Mas Meyer é tão genial que conseguiu romantizar isso e transformá-lo no “homem ideal”. Patético.

O livro é ruim. As personagens são ruins. A escritora é ruim. Não perca seu tempo. 

Se você teve o bom senso de ler Crepúsculo e achar ruim, pode ter certeza que os três livros seguintes só pioram e a relação Bella/Edward passa a ser cada vez mais doentia.

                                                         - Deborah

6 comentários:

  1. Respostas
    1. não tem o que falar cala a boca

      Excluir
  2. se vc não gosta do livro tenha o minimo de respeito com aqueles q gostam do livro e da escritora... pq vc não me fala um livro seu q virou filme, fez o maior sucesso?... ein? a é vdd, vc não fez...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que eu tive, aqui é um blog onde eu comento a minha opinião sobre o livro, eu não gostei e não sou obrigada a gostar.

      Excluir

Fique a vontade para expressar sua opinião sobre o post acima, mas evite cometer ataques pessoais; e não use esse canal para degredir alguém.

Leitoras Compulsivas
Ler é o que importa...